Blog

05 fev

Saiba como um projeto imobiliário acontece

Da concepção do projeto à entrega das chaves há uma longa estrada

Ao ver um prédio ou casa em construção, poucos imaginam a quantidade de pessoas e empresas envolvidas em um projeto como esse. É necessário que diversos profissionais, de áreas diferentes, trabalhem juntos para concretizar um projeto imobiliário. Elaboramos esse artigo para que você tenha uma ideia melhor de como funciona um projeto imobiliário e, talvez, realizar o seu próprio.

Para trazer um empreendimento imobiliário à vida, o ideal é contratar uma incorporadora. As incorporadoras são responsáveis por articular todas as etapas de uma construção imobiliária. Na prática, ela faz estudos de mercado para identificar oportunidades, verifica a viabilidade da concepção e construção do imóvel, além de cuidar de todos os processos até a sua venda. Vamos compreender todas essas etapas?

 

Estudo de mercado

A primeira etapa que toda incorporadora deve realizar é o estudo de mercado. Aqui as chances de retorno financeiro do empreendimento são testadas e analisadas.

Primeiramente, é preciso descobrir qual tipo de produto terá a maior demanda. Depois, é definida a localização ideal, a área da unidade, a quantidade de cômodos, áreas de lazer e outros detalhes da construção. Se for constatada a viabilidade do empreendimento, passamos para a próxima etapa.

 

Aquisição do terreno

Depois da análise de viabilidade, é feita a prospecção de terrenos na região definida. Esse processo envolve diversos aspectos técnicos de arquitetura, engenharia e meio ambiente. Ainda é necessário verificar a situação da documentação dos proprietários. Quando um terreno atende a todos os requisitos, é a hora de sua aquisição e assinaturas dos contratos. 

Uma curiosidade interessante é que a incorporadora não faz dinheiro com valorização de terreno, mas sim com o desenvolvimento imobiliário. Por isso, ela precisa lançar o empreendimento rapidamente para gerar o retorno esperado. Assim, a partir da aquisição do terreno, tudo ocorre o mais rápido possível (o que ainda pode significar muitos anos).

 

Definição do produto

Agora é hora de contratar os projetistas arquitetônicos e estruturais para desenvolver o projeto. É preciso fazer o pedido de diretrizes de água, esgoto e energia elétrica, orçamento e planejamento da obra. Pode ser necessário também realizar a unificação de lotes (quando o empreendimento ocupa mais de um terreno) ou retificação de área (quando o terreno físico tem medidas diferentes da documentação).

 

Aprovação e registro

Depois de finalizados, os projetos precisam de aprovação dos órgãos técnicos municipais. Os nomes dos departamentos variam de cidade para cidade, mas podem ser chamados de Planejamento, Engenharia ou Obras. Para que o projeto seja  aprovado, é necessário que o empreendimento esteja dentro das exigências locais para conseguir o “Alvará de Construção”.

É importante respeitar as exigências de cada região do país. No estado de São Paulo, por exemplo, se o empreendimento for residencial e tiver mais de 200 unidades, ele também precisará ser aprovado no governo do estado, pelo GRAPROHAB – Grupo de Análise de Projetos Habitacionais.

 

Registro de Incorporação Imobiliária

Além de conseguir o alvará, ainda é necessário realizar o registro de incorporação. Esse documento é indispensável para que se possa comercializar um imóvel que ainda está na planta ou em construção. Para isso, é necessário que toda a documentação do imóvel, além das regras do condomínio, o memorial descritivo da obra, e até mesmo os comprovantes de pagamentos dos impostos estejam em ordem para análise do cartório.

Na dúvida, é sempre bom procurar a incorporadora para te aconselhar durante o processo e garantir que tudo saia conforme esperado.

 

Lançamento

Após o registro, o empreendimento pode ser lançado. As equipes de marketing e vendas analisam diversas estratégias de lançamento para potencializar as reservas das unidades. Essas estratégias envolvem desde um stand de vendas até treinamento dos corretores parceiros.

Essa é uma fase super importante. Afinal, o sucesso do empreendimento no lançamento significa tranquilidade nas obras, já que muitas unidades já foram vendidas. Entretanto, se o volume de vendas for baixo, o empreendimento pode “se queimar” através do boca a boca e afastar potenciais clientes.

 

Construção

Nessa fase o importante é finalizar a obra dentro do orçamento, sem atrasos e com a qualidade adequada às expectativas dos futuros usuários. A obra só ganha status de “concluída” quando for possível emitir o Alvará do Corpo de Bombeiros e o “Habite-se”, um certificado da prefeitura que comprova a conclusão do projeto.

 

Entrega das chaves

Antes de entregar as chaves aos clientes, é preciso fazer uma vistoria de entrega. Essa vistoria serve para garantir que tudo está sendo entregue conforme o registrado no cartório, é um processo importantíssimo para o cliente e para a incorporadora.

Também é nessa fase que ocorre a primeira reunião de condomínio. Nessa reunião é eleito um síndico, definido no momento em que a administração do empreendimento passa para os proprietários.

 

Agora você já sabe como cada um dos condomínios da sua cidade nasceram. Interessante, não? Se quiser ler mais artigos como esse, siga nossa página no Facebook!

Você vai gostar de ler

Deixe seu comentário

Compare